O Caso para a Sanidade das Mulheres

Quando se trata de explicar a tristeza e a raiva das fêmeas, a psiquiatria sempre ofereceu a explicação anterior. As mulheres eram inerentemente loucas, então o pensamento e o tratamento foram focados em ajudá-las a lidar com a “doença de mulheres” no que era considerada uma sociedade perfeitamente saudável. Psiquiatras e psicólogos eram firmes em sua convicção de que ser uma mulher significava que você estava predisposta à loucura.

Read more

Luta Antimanicomial: da história da “loucura” à necessidade da despatologização

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que saúde mental é “o completo estado de bem-estar físico, mental e social”. Como falar de saúde mental para mulheres, então? Somos adestradas, desde muito novas, para odiarmos nossos físicos e atormentarmos nossos psicológicos com a presença da culpa e a necessidade de cuidar do outro muito mais do que de nós mesmas.

Read more