Dicas de Segurança Digital para Mulheres Ativistas
Colagem de Maria Eduarda, para atividade do grupo de Autocuidado da QG Feminista

O meio digital tem sido um lugar de várias reuniões feministas e a militância virtual vem ganhando um espaço cada vez mais significativo, mesmo antes do isolamento provocado pela Covid-19. Por isso, listamos aqui algumas dicas de segurança para que mulheres militantes adotem no sentido de se protegerem de ataques no meio virtual.

É importante sabermos que o que fazemos no espaço virtual pode ter consequências fora dele. Às vezes pensamos que é um mundo completamente à parte do mundo físico, mas não é. Tudo que postamos ou comentamos pode influenciar em um emprego, por exemplo, ou mesmo no bem-estar das pessoas à nossa volta. Não acreditamos em teorias da conspiração, mas as redes sociais de fato vendem nossos dados e, uma vez que alguma coisa seja postada na internet, dificilmente ela desaparece por completo. Então, não é para aumentar a ansiedade que colocamos as dicas a seguir, mas para ajudar no aprendizado de nossa própria segurança.

Celular e computador:

  • Prefira não indicar quem são seus familiares nos seus contatos, evitando usar “mãe” ou “tia Maria” quando for salvar os nomes no seu celular;
  • Navegue de forma anônima tanto no celular como no computador. Abra o navegador e procure como abrir uma nova aba de navegação anônima, para evitar que seu histórico fique salvo, embora isso não garanta seu anonimato;
  • Prefira aplicativos de bate-papo que mantenham as conversas criptografadas;
  • Não mantenha muitas conversas e fotos no seu celular, faça backups regularmente;
  • Prefira canais de e-mails que são criptografados de ponta a ponta;
  • Informe-se sobre VPN (Rede Privada Virtual), uma forma de mascarar o IP do computador;
  • Tape a câmera dos seus dispositivos com uma fita quando não estiver usando, e a entrada de áudio com um plug de fone de ouvido com fio cortado.

Redes Sociais:

  • Não aceite pedidos de amizade de desconhecidos, mesmo que aparentemente seja alguém que possa ter os mesmos interesses que você;
  • Evite postagens com conteúdos pessoais, fotos de crianças, informações com nomes completos e endereços, fotos suas de diferentes ângulos e tudo que possa servir para te identificar de forma fácil;
  • Troque suas senhas periodicamente, não use a mesma sempre e, se possível, use um gerador de senhas;
  • Se receber ameaças, for perseguida ou exposta nas redes, avise as pessoas de seu círculo e tire prints de tudo;
  • Não mande nudes, nem para quem você tem uma relação duradoura, especialmente se for um homem.

Atividade política na internet:

  • Para atividades sensíveis e ação direta, use e-mails e chats criptografados sempre. Não clique em links, nem abra e-mails desconhecidos. Não use e-mails institucionais ou comerciais;
  • Não coloque sua localização nas redes sociais;
  • Para marcar ações diretas, evite usar seu nome real ou pseudônimos que você usa em redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui