Gênero

Raça

classe

indústria do sexo

LITERÁRIOS

tela roubaram me de mim

Roubaram-me de mim

0
Ser mulher é nascer com a ideia de que não passamos de um pedaço de carne moldado por todos, menos nós mesmas, ser mulher é saber que somos descartáveis em qualquer momento de nossas vidas, é saber que nos tocam, nos usam, nos comem e jogam fora o que sobrou e sorte a nossa quando apenas nos deixam de lado após o uso, mas azar o nosso quando decidem nos bater, nos aterrorizar, torturar, mutilar e matar, pobre de nós. PRÓXIMA! 
Águas justas

Águas justas

0
Das amargas situações que atravessam o nó da minha garganta sem lhe permitir espaço para se afrouxar; das insubmissas vezes em que meus hormônios famintos entram em erupção pelo ínfimo vão existente entre o que o sobrou de carne: a catarse.
Sobre infâncias de meninas negras

Sobre infâncias de meninas negras

1
A boneca tinha a cor que contrastava a sua pele Achava o brinquedo radiante, mesmo que estive rabiscado e sujo
ESCUTEI VOCÊ NO CANTINHO DO IROKO

Escutei você no cantinho do Iroko

6
Passando roupa eu tive a oportunidade de viver em um país europeu. Eu estava entrando na menopausa e não conseguia ficar em ambiente fechado, a lavanderia era muito pequena e quente, então assim que cheguei comecei a passar roupa de baixo das árvores, escutando música e palestra no notebook ou celular.

siga nossas redes sociais

40,970FãsCurtir
99,969SeguidoresSeguir
12,738SeguidoresSeguir

download

Por onde começar