Sou uma mãe de 37 anos e passei 7 dias online como uma garota de 11 anos. Eis o que aprendi.

Conhecer como se dá o aliciamento na internet não é um fardo. Não mesmo. É um presente. Um que nos ajuda a virar a mesa contra os predadores. Nosso trabalho já teve como resultado a prisão de pessoas que se demonstraram propensas e desejosas de ferir crianças. A tecnologia mudou e junto com ela também mudou a forma e os métodos dos quais predadores se dispõem para encontrar, se comunicar, e machucar crianças. Se eles podem usar tecnologia para abusar crianças, nós podemos usar a mesma tecnologia para impedirmos seus crimes.

Read more

Não-Binário é o novo “Não é como as outras Garotas”, e isso está profundamente enraizado em misoginia

Essa é a verdade desconfortável: dizer que você “não é como as outras garotas” não é uma identidade, é misoginia. Mulheres que se identificam como não-binárias dizem que sofrem uma opressão maior do que as mulheres que elas chamam de “cis”, um termo que deixa implícito que certas mulheres são cúmplices de sua própria opressão. Mas nós não somos privilegiadas por manter e entender as bases de nossa opressão; você é privilegiada se acha que pode escapar dela.

Read more